Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Onde andam as borboletas?

por Maki, em 24.11.17

Hoje dei por mim com saudades de estar apaixonada, de me atrapalhar toda quando falo com alguém, de sentir um nervosinho miudinho quando sei que vou ver essa pessoa, de sentir o meu dia melhorar imenso depois de um "bom dia" e dessas pequenas coisas que me fazem sentir estúpida e pequenina.

Já lá vão 2 anos desde a última vez que me senti uma pequena idiota e 6 desde que me senti uma grande idiota. Tenho saudades... O que é estúpido tendo em conta que costumo gostar de bons rapazes burros como a porra que por sua vez gostam de raparigas boas mas que estão longe de ser boas raparigas... Independentemente disso estar apaixonada é bom tenho saudades... Ou tenho demasiada febre e o meu raciocínio está turvo... É bonito pensar que é a primeira, mas é mais provável que seja a última. Vou buscar o termómetro...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

"Shhhhhhiiu"

por Maki, em 23.11.17

Ultimamente tenho estudado em bibliotecas porque o ambiente de ajuda a focar. O problema é que as bibliotecas nem sempre parecem bibliotecas porque há pessoas que não entendem a diferença entre uma biblioteca e uma sala de estudo. 

Tanto ontem como hoje tive a sorte de ficar ao pé de grupos de pessoas que acham que sussurrar não faz barulho, que rir é algo super silencioso, e que falar com o amiguinho que está na mesa de trás não incomoda as restantes 6 pessoas que se encontram a uma distancia igual ou inferior à que os separa. Honestamente o meu problema não é bem o barulho, porque me desenrasco bastante bem quando estudo em cafés e assim, o que me irrita é as pessoas não respeitarem o sitio... Ir para uma biblioteca fazer barulho é o equivalente a berrar "Lucifer é o maior" numa igreja católica ou não tirar os sapatos ao entrar numa mesquita. É uma falta de respeito para a comunidade que lá se encontra.

Eu sinto-me mal ao ir para a biblioteca quando estou doente, tomo imensas pastilhas para evitar tossir e quando tenho que tirar a ranhoca com força vou à casa de banho, e mesmo com estas contingências pondero ir para casa mais cedo para não chatear as pessoas, por isso chateia-me estar numa ponta da sala a ouvir pessoas a "sussurrar" na outra. "Ah mas podes pedir para se calarem ou lançar um "shhhhhh!" para o ar". Podia, mas isso também faz barulho... Por isso o que faço geralmente assim que vejo um grupinho de 3-4 pessoas a chegar a alguma sala da biblioteca ponho o estudo em stand-by e tento perceber se vão fazer barulho ou não... Geralmente vai, e quando isso acontece procuro lugar noutra sala, o que é chato porque sou bastante desorganizada e tenho sempre pelo menos 3 pilhas de folhas + computador + água e se tiver doente +lenços + pastilhas + casaco. Por isso, por favor, não vão para bibliotecas com o mesmo espírito com que vão para uma sala de estudo. Até porque existem bastantes sitios bonitos e onde podem fazer barulho sem serem julgados... Não vão para a biblioteca, até porque há poucas e geralmente são pequeninas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:48

Sempre que faço voluntariado em algum evento tenho que levar com alguém a perguntar "porque é que fazes isso?". A razão é simples. Eu gosto de conhecer pessoas sabendo que provavelmente nunca mais as vou ver ou que se as vir é anualmente e infelizmente nos dias que correm as pessoas ficam a olhar para ti de lado quando metes conversa com elas sem razão aparente... Mas nos eventos é diferente a partir do momento em que tens uma t-shirt de voluntário vestida deixa de ser assustador abordares outras criaturas desde que estas também tenham uma. Eu adoro abordar pessoas que não conheço e ir-me embora sem saber o nome delas, é das interacções mais honestas que se pode ter porque ambas as partes sabem que a impressão que se vai deixar na outra pessoa não importa para nada.

Além disso não sou bonitinha, por isso não consigo que me paguem para ser promotora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Desafio: Um pouco sobre mim...

por Maki, em 20.11.17

Vamos fingir que não sou um desgraça nesta coisa dos blogs e ignorar o atraso na resposta a este desafio que a minha cara Simple Girl sugeriu (à coisa de um mês e pouco... Desculpa o atraso >-<), de qualquer forma as respostas são intemporais por isso convido-vos a conhecer um pouco mais sobre ela.

 

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolhias?

Os anos 50, adorava saber como os meus avós eram em jovens. Tenho a sensação que sou bastante parecida ao meu avô mas adorava ter a certeza. Além disso se eles eram super bacanos depois de velhos nem quero imaginar como seriam em novos.

 

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

Já lá vão uns bons anos, mas ainda hoje me arrependo de ver "Dude, where's my car?", ri-me? Sim. Bastante. Orgulho-me disso? Não. Voltava a ver? Talvez.

 

3 - Fotografar ou ser fotografado?

Esta carinha só fica bem atrás da objectiva. Além disso tenho o dom para tirar fotografias super naturais.

 

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blogue amanhã, qual era o título do último post que irias escrever no blogue?

"Ambos sabemos que isto nunca foi lá grande coisa."

 

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

Haruki Murakami e Michio Kaku, um escreve demasiado bem e o outro em puto levou a luz do bairro abaixo ao fazer um acelerador de partículas na garagem. 

 

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

Preferia um jantar e ficar em casa a conversar, o problema é que sou sempre a única que pensa assim. 

 

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

"És demasiado expressiva, isso assusta-me". 

 

8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

Não tenho carro próprio pelo que estou sempre condicionada ao gosto musical do condutor.

 

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

"Este paper é uma merda, e você também". 

 

10 - Se pudesses conhecer mais alguém dos blogues, quem seria? 

Considerando o tempo que levei a responder grande parte da população já se deve ter dado a conhecer... Mas se alguém quiser responder força.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:25

Planos de vida

por Maki, em 12.11.17

Não sei o que se passou, mas a maioria das pessoas que conheço derepente delineou os seu plano de vida. Até a criatura mais irresponsavel e espontanea que conheço já tem metas e um plano delineado para o cumprir... Isso assustou-me, e ainda me assusta porque eu até à uma semana atrás nem sabia como é que poderia subir a possibilidade de arranjar emprego na area que me fascina de 0 para 1%... Por isso ontem estive a pensar sobre o futuro... Como sou muito má a ver as coisas a longo prazo decidi imaginar apenas os proximos 2 anos.

Quero acabar o curso em 5 anos, apesar de todas as piadas que faço sobre o acabar em 10, ficar mais 1 ano ou semestre no tecnico ia-me matar por dentro. Até agora é possivel acabar o curso em 5 anos e é nisso que me vou focar, até já decidi que cadeira vou fazer ao mesmo tempo que a tese. 

Vou continuar a fazer voluntariado de proximidade e vou tentar começar a fazer visitas hospitalares para o ano.

Definitivamente vou aproveitar os meus ultimos anos de estudante para não pagar entrada em eventos e conhecer pessoal bacano fazendo voluntariado nos mesmos (a games week está mesmo à porta). 

Vou-me fechar a nivel romantico. Quando acabar o curso vou ter que me ir embora, não há a minima hipose de eu ficar por cá a trabalhar no que gosto, por isso não faz sentido fazer com que a partida custe mais nem causar sofrimento numa pessoa sem necessidade.

Tenho que começar a pensar além da faculdade. Ela só me vai começar a dar ferramentas para o que quero no proximo semestre. Até lá tenho que começar a desvendar as coisas por mim e fazer um investimento que não é tão pequeno como eu gostaria, mas que acho que vai acabar por valer a pena.

 

Porra, estou a ficar velha. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47

No proximo websummit

por Maki, em 09.11.17

Ontem um visitante do websummit perguntou-me onde era a casa-de-banho mais próxima, antes de ele se lembrar que tinha que ir mijar ainda esteve a falar um pouco sobre a conferencia e disse que devíamos ter ido (na altura estava com duas amigas) porque havia lá poucas mulheres e perguntou porque não tinha usado o desconto de ser mulher. 

Enquanto pessoa que passa a vida a tentar ser vista como igual pelos meus colegas de faculdade e professores senti-me ofendida. Esses descontos não passam de discriminação, positiva? Sim. Mas não deixa de ser discriminação. E honestamente, considero que grande parte das mulheres que trabalham neste ramo sentem o mesmo que eu.

Mas fica aqui assente que para o ano vou ao websummit, não como uma "woman in tech", mas como uma pessoa com um plano para sair de lá com uma oferta de emprego.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09

Há dias em que pronto...

por Maki, em 06.11.17

Há dias em que uma pessoa tem vontade de ouvir uma ou outra musica questionavel, hoje é um deles.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:49

"Eu não sou homofóbico, mas..."

por Maki, em 05.11.17

Fui almoçar com uns moços da faculdade e calhou falarmos de relações homossexuais, todos eles alegaram ser a favor de cada um expressar a sua sexualidade e todos eles se demonstraram desconfortáveis quando perguntei se tinham algum amigo/conhecido gay. 

Quando íamos para o metro um rosna qualquer coisa enquanto olha para trás, os outros olham todos e também grunhem e riem-se com algo que não entendi. Ora, eu vejo mal ao longe e quando ando pela rua só presto atenção ao chão, a obstáculos e com sorte a algum gajo bom, ainda tentei olhar para trás para tentar entender o que tinha acontecido mas não reparei em nada, perguntei o que tinha sido mas eles não me responderam. Parei, virei-me totalmente e olhei para trás porque tinha a certeza que eles estavam a gozar com alguém e eu não aguento esse tipo de coisas. Um finalmente explicou o que tinha passado: "Ah, eu não sou homofóbico, mas aqueles dois gajos que estão abraçados antes estavam de mão dada. Não havia necessidade".

Hipócritas dum raio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Urotélio.

por Maki, em 03.11.17

Hoje encontrei um caderno que usava para desenhar e decidi voltar a pegar nele, como não sabia o que desenhar fui ao priberam para ver se a palavra do dia me inspirava:

u·ro·té·li·o 
(uro- + [epi]télio)

substantivo masculino

[Anatomia]  Tecido que cobre as membranas mucosas do trato urinário.


"urotelio", in Dicionário Priberam
 
 
Obrigada Priberam, minha formosa e delicada tágide.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:52

Ah a chuva

por Maki, em 02.11.17

Eu gosto da chuva, acho que é necessária e até me ver obrigada a usar óculos adorava andar na rua quando chovia. Mas epah... Após tantos meses de Sol tinha mesmo que chover no unico dia da semana em que tenho que andar de um lado para o outro com o portátil às costas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D